Sempre que adentramos um mundo desconhecido, é natural chegarmos cheios de dúvidas e questionamentos. O mundo maker agrega novos adeptos todos os dias. E uma das questões mais comuns que escutamos é: por onde começar? Isso sempre segue a pergunta qual dispositivo é o melhor? Essas perguntas têm respostas muito subjetivas, por causa da variedade de opções de plataformas e kits disponíveis. Basicamente qualquer placa que você adquirir como início vai te dar a mesma satisfação. O mais empolgante no desenvolvimento de projetos embarcados com plataformas do tipo Arduino e RaspberryPi é a prazer de ver funcionar algo que você mesmo fez. Daí começam as idéias. É importante saber que a partilha de conhecimentos é que vai fazer a diferença no decorrer do tempo. Você aprende partilhando e conhecendo as descobertas dos outros makers. Quando for adquirir uma plataforma, adquira a que mais se adequa ao seu bolso ou se já possui algo em mente, algo adequado ao seu projeto. Não tenha medo de errar. O erro também é aprendizado. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *